Avançar para o conteúdo
Início » André da Cruz Carvalho

André da Cruz Carvalho

  • por

Acho que uma das coisas mais importantes que aprendi a fazer no mestrado foi pensar: aprender a pensar de forma abstrata ajuda a atacar problemas de qualquer natureza. Também estimula a criatividade, o que traz frequentemente pontos de vista diferentes dos usuais numa discussão (mais uma vez sobre qualquer coisa). Outra coisa importante é a persistência (ou resiliência) no sentido em que nos habituamos a não ser bem sucedidos nas nossas tentativas de resolver problemas e não é por isso que deixamos de procurar uma solução. Aprendemos também a ter espírito crítico, o que ajuda também a prevenir problemas que possam advir de eventuais más decisões. Também nos dá uma certa humildade intelectual, por nos habituarmos à ideia de que há assuntos que desconhecemos e perguntas por responder, o que nos ajuda a manter uma mente aberta. Isso, aliado à capacidade de pensar e abstrair dá-nos uma grande versatilidade e facilita a aprendizagem sobre qualquer assunto. E dá-nos a “coragem” necessária para o fazer, porque é difícil e muitas vezes frustrante, mas ensina-nos a lidar com isso. Além disso, ajuda-nos a ter um pensamento mais estruturado, o que faz com que consigamos criar, desenvolver e expor uma ideia de forma clara e organizada. Depois, uma coisa que não é tão relacionada com a Matemática em si, mas também senti no mestrado, foi exigência, o que dá uma grande capacidade de trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.