Avançar para o conteúdo

Mestrado em Segurança Informática

Apresentação

A ciber-segurança é um tópico que tem vindo a merecer uma atenção crescente por parte dos meios de comunicação social.  Com efeito, é cada vez mais notório o preenchimento do espaço público informativo com o impacto que os incidentes e ataques de segurança informática tem vindo a ter no regular funcionamento das organizações.

Esta notoriedade é perfeitamente compreensível, uma vez que as tecnologias da informação e comunicação (TIC) são hoje meios indispensáveis para o regular funcionamento da sociedade. 

Dependemos, em larga escala, do regular funcionamento dos sistemas de informação e infraestruturas de comunicações: ameaças contra a sua disponibilidade, integridade e confidencialidade perturbar significativamente a normal atividade das instituições. 

A problemática da ciber-segurança não se restringe às fronteiras físicas de uma instituição, região ou país constituindo hoje em dia um dos grandes desafios internacionais que urge desenvolver. Assim, a cooperação (regional, nacional e internacional) entre os vários intervenientes é essencial para se conseguir atingir níveis de segurança elevados e desse modo contribuir de forma efetiva para o regular funcionamento da sociedade.

Face à constante evolução da tecnologia e ao crescente grau de sofisticação de tais ataques, cabe às Universidades, como entidades geradoras de conhecimento, participar na criação das respostas que a sociedade necessita para enfrentar e lidar com estes desafios. Estas passam necessariamente pela transmissão do conhecimento que decorre do estudo e investigação aprofundado sobre as causas e mecanismos que têm vindo a ser mais usados como vetores privilegiados desses ataques. 

O mestrado em segurança informática (MSI) constitui, por isso, um espaço privilegiado para a transferência desse mesmo conhecimento para a sociedade civil e um contexto de aprendizagem de índole muito prática, onde o estudante é desafiado a ligar conceitos e princípios teóricos com as melhores práticas, para desse modo elaborar e implementar políticas, normas e mecanismos de segurança que sejam eficazes contra as ameaças e desafios concretos que as organizações enfrentam atualmente no mundo real.

No mestrado, o estudante irá aprender a usar e integrar ferramentas avançadas de segurança no âmbito de uma metodologia de planeamento apropriado para projetar sistemas e redes complexas, cujos níveis de resiliência estejam adequados às necessidades e ameaças relevantes num determinado contexto organizacional. 

As competências adquiridas abrangem uma ampla gama de conhecimentos e capacidades tecnológicas que, aliados a princípios de segurança sólidos e boas práticas, permitem aos graduados do curso projetar e consolidar de forma efetiva a segurança informática das instituições que integrem ou venham a integrar.

Saídas profissionais

No mestrado são abordados de forma abrangente os processos e tecnologias de segurança informática essenciais a qualquer organização que pretende ter os seus ativos seguros. 

Os graduados do curso estão em condições de assumir a gestão da segurança de sistemas informáticos envolvendo bases de dados, administração de sistemas, redes de comunicações, desenvolvimento web, aplicações móveis, desmaterialização de processos de negócio, preservação digital segura, etc. 

Estas capacidades podem ser aplicadas a nível de especialização numa área ou consultoria geral sobre os sistemas, abarcando por isso diferentes perfis de empresas, institutos, organismos públicos, etc. 

Os Mestres deste curso estão, por isso, habilitados para liderar, planear e gerir processos complexos da segurança da informação na generalidade das organizações.

Horário

Diurno

Língua

Português e Inglês

    Propinas

Duração

2 anos

Vagas

Total - 26
1ª Fase - 2
2ª Fase - 24
Nº Mínimo - 15 estudantes

condições de acesso

  • Titulares do grau de licenciado ou titulares de um grau académico superior estrangeiro equivalente, nas condições descritas na lei, nas áreas de Ciência de Computadores, Engenharia Informática, Matemática, Física, Engenharia Eletrotécnica, ou áreas afins.
  • Candidatos não licenciados, mas que estejam em condições de concluir uma licenciatura nos termos do ponto anterior antes do final do prazo de inscrições no ciclo de estudos; serão excluídas candidaturas que não comprovem a conclusão de 85% dos créditos do ciclo de estudos em questão à data de candidatura.

Nota: na fase de inscrição serão excluídas candidaturas que não comprovem ter concluído a licenciatura (ou equivalente) até ao final do prazo de realização da matrícula.

Informações adicionais

tESTEMUNHO

“Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisci elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore. Ut enim ad minim veniam, quis nostrum exercitationem ullam corporis suscipit laboriosam, nisi ut aliquid ex ea commodi consequatur. Quis aute iure reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint obcaecat cupiditat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.”

Estudante

Empresa

CONTACTOS DO CURSO​​

  • Diretor do Curso: m.si.diretor@fc.up.pt
  • Secção de Pós-Graduação: pos.graduacao@fc.up.pt
  • Estudantes do curso: m.si@fc.up.pt